Projetos em andamento

A Copel recebeu do Ministério de Minas e Energia (MME) as outorgas dos quatro parques eólicos que compõem o complexo de geração de energia Jandaíra, a ser construído no Rio Grande do Norte. Os documentos autorizam a instalação e enquadram os empreendimentos no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi) – benefício concedido aos projetos considerados prioritários para o país com possibilidade de emissão de debêntures de infraestrutura incentivados.   

As obras do Complexo Jandaíra serão iniciadas ainda em 2020 e absorvem cerca de R$ 400 milhões em investimentos. Ao todo, serão 26 aerogeradores divididos entre os quatro parques eólicos, somando potência instalada total de 90,1 megawatts. Serão construídas também, junto aos parques, subestações e linhas de transmissão que irão permitir o escoamento da energia elétrica gerada para o Sistema Interligado Nacional (SIN).  

A futura produção do Complexo Eólico Jandaíra foi vendida pela Copel pelo preço de R$ 98,00 o MWh no leilão de energia nova A-6, promovido no dia 18 de outubro de 2019, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os contratos terão 20 anos de duração e o início do fornecimento está previsto para 2025.

A Usina Salto Grande está prevista para o rio Chopim, abrangendo áreas dos municípios de Coronel Vivida e Pato Branco (PR).

Confira detalhes da obra