Rede elétrica inteligente

A Copel está trazendo para o Paraná a rede de distribuição de energia mais moderna do Brasil. É o programa Rede Elétrica Inteligente (REI), tecnologia que automatiza o sistema, tornando-o mais eficiente, seguro e confiável.

Sem nenhum custo para o consumidor, essa nova tecnologia vai reduzir o tempo de desligamento provocado por intempéries e outros fatores externos. Isso porque, quando houver quedas de energia, o medidor inteligente avisa imediatamente a Copel. E o consumo ainda pode ser controlado pelo cliente por meio de um aplicativo de celular.

Como funciona?

1 . Sua casa, empresa OU propriedade rural

Os novos medidores têm um rádio digital acoplado.

Os rádios se intercomunicam por meio de uma rede de telemedição.

2 . Copel

Os dados de consumo
são enviados pelo próprio
medidor para uma Central
de Operações, que gera
a fatura digital.

Quando acontece?

O programa Rede Elétrica Inteligente está sendo implantado em etapas. Na primeira etapa, até o momento Copel substituiu 370 mil equipamentos e pretende chegar a 462 mil medidores inteligentes até outubro de 2022. Essa primeira etapa abrange 73 cidades das regiões Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, em um investimento de R$ 252 milhões, com benefício direto a 1,5 milhão de paranaenses. Na segunda e terceira etapas serão mais R$ 687 milhões para atender 78 municípios das regiões Leste, Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, beneficiando 3 milhões de paranaenses – ou 1 milhão de unidades consumidoras.

Andamento

As trocas da primeira etapa estão acontecendo nos seguintes municípios: Ampére, Barracão, Bela Vista da Caroba, Bituruna, Boa Esperança do Iguaçu, Boa Ventura de São Roque, Bom Jesus do Sul, Campina do Simão, Candói, Cantagalo, Capanema, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Coronel Vivida, Cruz Machado, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Enéas Marques, Espigão Alto do Iguaçu, Flor da Serra do Sul, Foz do Jordão, Francisco Beltrão, General Carneiro, Goioxim, Guarapuava, Honório Serpa, Itapejara d’Oeste, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Mallet, Manfrinópolis, Mangueirinha, Mariópolis, Marmeleiro, Marquinho, Nova Esperança do Sudoeste, Nova Laranjeiras, Nova Prata do Iguaçu, Palmas, Palmital, Pato Branco, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pérola d’Oeste, Pinhal de São Bento, Pinhão, Pitanga, Planalto, Porto Barreiro, Porto União, Porto Vitória, Pranchita, Quedas do Iguaçu, Realeza, Renascença, Reserva do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Salgado Filho, Salto do Lontra, Santa Izabel do Oeste, Santa Maria do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste, São João, São Jorge d’Oeste, Saudade do Iguaçu, Sulina, Turvo, União da Vitória, Verê, Virmond e Vitorino.

 

Em 2023, começam a segunda e a terceira etapas do Rede Elétrica Inteligente, com a instalação de 1,1 milhão de medidores inteligentes, em 78 municípios paranaenses.

Execução

A meta da Copel Distribuição é fazer a troca de cerca de 2 mil medidores por dia. Os técnicos que  fazem a troca são terceirizados, da empreiteira Spin, e devem estar devidamente identificados. O serviço é executado no quadro de medição, sem a necessidade de entrar na residência.

Atenção

para sua segurança, confira aqui o crachá e o uniforme dos técnicos da Spin!

Para realizar a substituição do medidor, é preciso desligar a energia elétrica da unidade consumidora (disjuntor) por cerca de uma hora. Os técnicos também orientam os consumidores sobre a possibilidade de adesão de sua unidade consumidora à fatura digital e como é o funcionamento dessa forma de cobrança.

Perguntas frequentes

A substituição dos medidores permitirá que a Copel atenda as demandas dos clientes com mais rapidez, otimizando deslocamentos de equipes e possibilitando a geração de dados qualificados para a empresa e os consumidores, além de melhorar a qualidade da energia fornecida. Em todas as unidades consumidoras, os medidores atuais estão sendo substituídos por medidores digitais que se comunicam diretamente com o Centro Integrado de Operação da Distribuição da Copel, facilitando o controle de toda a cadeia, desde a subestação até o consumidor final. 

O programa Rede Elétrica Inteligente é um investimento da Copel, portanto, a implantação dos medidores inteligentes e dos sensores na rede não tem custo para o consumidor e também não irá alterar a conta de luz.

O novo medidor digital é como um sensor que informa a qualidade da energia fornecida. Em caso de alguma interrupção de fornecimento, ele avisa automaticamente o centro de controle da Copel permitindo que a manutenção ocorra mais rapidamente e sem que o consumidor precise avisar sobre a ocorrência do problema. Ele também permite a leitura de consumo remota, e que o usuário monitore seu consumo em tempo real por meio do aplicativo da Copel para celular.

Os sensores e dispositivos de controle à distância da rede inteligente reduzirão o tempo de desligamento provocado por intempéries e outros fatores externos ao sistema. Eles permitem que a rede se religue automaticamente e, nos casos em que isso não for possível, fornecem dados para que a Companhia possa detectar e corrigir eventuais problemas de desligamento a partir do Centro Integrado de Operação da Distribuição, em Curitiba.

Quando houver necessidade de intervenção de técnicos, com as informações fornecidas pela rede inteligente o centro saberá indicar o ponto exato que gerou a queda de energia, agilizando o tempo para o restabelecimento. Isso vai ampliar a qualidade de vida dos paranaenses e garantir mais segurança para o agronegócio e as indústrias. 

Com a medição de energia executada de maneira totalmente digital, a Copel trabalha para automatizar o processo de leitura do consumo, o que reduz as emissões de carbono e os riscos de acidente com o deslocamento dos leituristas que hoje visitam mensalmente as quase 5 milhões de unidades consumidoras em todo o Paraná. 

Inicialmente, os leituristas ainda passarão nas residências mensalmente. Contudo, assim que a instalação da rede de comunicação estiver concluída, este serviço não será mais necessário. Por isso, indicamos a adesão à fatura digital, que é entregue diretamente por e-mail ou via aplicativo, evitando a impressão em papel. A adesão pode ser feita pelo site www.copel.com ou pelo aplicativo da Copel, disponível gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e App Store.  

O cadastro de débito automático também pode ser feito pelos canais virtuais de atendimento. No Banco do Brasil, é preciso informar o número do convênio: 13896.

Até o momento a Copel substituiu 370 mil equipamentos e pretende chegar a 462 mil medidores inteligentes até outubro de 2022. Essa primeira etapa abrange 73 cidades das regiões Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, em um investimento de R$ 252 milhões, com benefício direto a 1,5 milhão de paranaenses. Na segunda e terceira etapas serão mais R$ 687 milhões para atender 78 municípios das regiões Leste, Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, beneficiando 3 milhões de paranaenses – ou 1 milhão de unidades consumidoras.

Na primeira etapa, foram atendidas as cidades de: Ampére, Barracão, Bela Vista da Caroba, Bituruna, Boa Esperança do Iguaçu, Boa Ventura de São Roque, Bom Jesus do Sul, Campina do Simão, Candói, Cantagalo, Capanema, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Coronel Vivida, Cruz Machado, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Enéas Marques, Espigão Alto do Iguaçu, Flor da Serra do Sul, Foz do Jordão, Francisco Beltrão, General Carneiro, Goioxim, Guarapuava, Honório Serpa, Itapejara d’Oeste, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Mallet, Manfrinópolis, Mangueirinha, Mariópolis, Marmeleiro, Marquinho, Nova Esperança do Sudoeste, Nova Laranjeiras, Nova Prata do Iguaçu, Palmas, Palmital, Pato Branco, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pérola d’Oeste, Pinhal de São Bento, Pinhão, Pitanga, Planalto, Porto Barreiro, Porto União, Porto Vitória, Pranchita, Quedas do Iguaçu, Realeza, Renascença, Reserva do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Salgado Filho, Salto do Lontra, Santa Izabel do Oeste, Santa Maria do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste, São João, São Jorge d’Oeste, Saudade do Iguaçu, Sulina, Turvo, União da Vitória, Verê, Virmond e Vitorino.

O consumidor que já tem medidor inteligente instalado e em completo funcionamento agora pode acessar a função “Rede Elétrica Inteligente” na aba “Serviços” do aplicativo Copel. Nela, é possível encontrar dados da fatura em andamento, com o registro detalhado de quilowatt-hora (kWh) consumido por dia e também o acumulado mês a mês. 

Em outra tela da mesma funcionalidade, é possível consultar gráficos comparativos de consumo do mês, comparados com o mesmo mês do ano anterior. Com base nesses dados anteriores de consumo já medido, a tela também mostra uma estimativa de quando vai dar o consumo naquele mês corrente.