A Copel está realizando o maior investimento da sua história na rede de energia rural do Paraná. Ao todo, serão R$ 2,1 bilhões investidos entre 2020 e 2025. No total, serão implantados 25 mil quilômetros de linhas trifásicas de distribuição de energia no campo, no lugar das monofásicas. Em 2020, o Paraná Trifásico fechou o ano com 2,8 mil quilômetros de novas linhas trifaseadas e, até o final de 2021, o Paraná terá 6,5 mil quilômetros de redes trifásicas construídas. É um salto gigante de patamar, que vai garantir mais segurança energética ao agronegócio paranaense. Menos quedas, menos custos e mais produtividade.

Segurança energética para o campo

  • Toda a espinha dorsal da rede de energia rural será trifásica.
  • Melhoria na qualidade de fornecimento de energia para o campo.
  • Infraestrutura mais robusta com cabos protegidos, mais resistentes quando atingidos por galhos ou outros objetos.
  • Maior segurança para os eletricistas da Copel e para a população.
  • Custo menor aos clientes que desejarem ligar suas propriedades à rede trifásica.
  • Novas redes vão interligar os circuitos rurais: uma rede que hoje é ligada a uma única fonte de alimentação passa a ter redundância no atendimento.
  • Automação: as redes trifásicas vão permitir a instalação de religadores automáticos e o controle da rede à distância, pelo Centro de Operações da COPEL, em Curitiba.
  • Produtores rurais terão mais potência para seu trabalho e poderão usar equipamentos com motores trifásicos.
Imagem de poste de Energia - Programa Paraná Trifásico