Nova subestação Aricanduva entra em operação

Publicado em 28 de janeiro de 2021

A Copel está colocando em operação a nova subestação Aricanduva, que atenderá 900 domicílios do distrito de Arapongas, incluindo a indústria Nortox, e da região rural de Apucarana, no Norte do Estado. A construção da unidade e de novas redes para a região é resultado de um investimento de R$ 4,4 milhões, com o objetivo de proporcionar maior confiabilidade e qualidade à energia fornecida na região.

Nova subestação Aricanduva, distrito do município de Arapongas

A nova estrutura substitui a antiga subestação instalada ao lado esquerdo da rodovia BR 369, no sentido Arapongas – Apucarana.  Ela foi planejada de modo a proporcionar maior flexibilidade ao sistema elétrico, assim como viabilizar o atendimento a novos consumidores, com potência de transformação de 14 MVA (megavolt-ampère). A unidade alimentada na tensão de 34,5 mil volts a partir da subestação do Jardim Ponta Grossa, em Apucarana. Como alternativa, a subestação Arapongas servirá para a realização de manobras em situações emergenciais, evitando o desabastecimento.

Adicionalmente, está em fase de conclusão a construção de quatro novos circuitos de distribuição, responsáveis por levar a energia até os consumidores finais. São 7,6 quilômetros de redes alimentadoras, construídas no modelo compacto. A tecnologia reduz a necessidade de podas de árvores e evita o desligamento pelo toque acidental de galhos de árvore, ou outras interferências transitórias na rede elétrica. A transferência das cargas atendidas pela antiga subestação será realizada ao longo dos próximos dois meses, exigindo desligamentos programados que são informados aos consumidores por e-mail, mensagem de texto e pelo rádio. A programação também é aberta a consulta aqui no site e no aplicativo da Copel.

De acordo com o gerente regional de Projetos e Obras da Copel, Aparecido Alberto Tomazeli, os investimentos fazem parte do planejamento da empresa para garantir a renovação dos ativos e a qualidade da energia fornecida. “A Copel está em uma fase de muitos investimentos. Só pelo programa Paraná Trifásico, temos mais de 200 quilômetros de redes em construção no Vale do Ivaí, e nosso planejamento segue atuando com atenção às demandas de cada localidade”, comenta o engenheiro.