Geração Distribuída

São centrais geradoras de energia elétrica, de qualquer potência, com instalações conectadas diretamente no sistema elétrico de distribuição ou através de instalações de consumidores, podendo operar em paralelo ou de forma isolada.

A Copel possui normas técnicas para o acesso de geração distribuída em seu sistema elétrico, as quais estabelecem padrões que visam à uniformização e à adoção de procedimentos, observando as exigências técnicas e de segurança recomendadas, em conformidade com as prescrições vigentes nos Procedimentos de Distribuição – PRODIST, nas Resoluções Normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e Normas Técnicas da ABNT.

Normas Técnicas

Normas técnicas aplicáveis a geração distribuída

Aplicáveis à Geração Distribuída em Paralelismo Permamente com o sistema elétrico

A NTC 9051000 fornece os requisitos para acesso de geradores de energia elétrica ao sistema elétrico de distribuição da Copel em Média Tensão – MT (13,8 e 34,5 kV) e em Alta Tensão – AT (69 e 138 kV), excluindo as Demais Instalações de Transmissão – DIT pertencentes às transmissoras e os casos de adesão ao Sistema de Compensação de Energia Elétrica (Micro e Minigeradores).

Aplica-se aos geradores de energia elétrica que pretendem implantar empreendimentos de geração conectando-se ao sistema de distribuição da Copel para comercialização da energia.

Esta norma técnica fornece os requisitos para acesso de geradores de energia elétrica conectados através de unidades consumidoras optantes pelo Sistema de Compensação de Energia Elétrica, instituído pela Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012.

Aplica-se às centrais geradoras com potência instalada de geração até 5 MW que façam a adesão ao Sistema de Compensação de Energia Elétrica e que acessem o sistema elétrico através de unidades consumidoras.

Para saber mais sobre o sistema de compensação de energia e também ter acesso a NTC 905200, acesse a página Micro e Minigeração.

Outras normas aplicáveis a geração distribuída