Copel Mercado Livre homenageia Coamo pelos 50 anos

Publicado em 3 de dezembro de 2020

Duas grandes empresas paranaenses se reuniram na tarde desta quarta-feira, 02, em Campo Mourão, no Noroeste do Estado. O diretor geral da Copel Mercado Livre, Franklin Miguel, esteve acompanhado dos engenheiros Antônio Proença e Esteban Garcete para homenagear a cooperativa Coamo pelos seus 50 anos de história, celebrados em 2020. A comitiva foi recebida pelo presidente executivo, Airton Galinari, e pelo presidente do Conselho de Administração, José Aroldo Gallassini.

A Coamo é a maior cooperativa agrícola da América Latina e está entre os maiores clientes da Copel Mercado Livre. A cooperativa já economizou R$32,3 milhões devido à contratação de energia nesta modalidade, balanço que foi detalhado durante o encontro. A economia é relativa ao consumo de energia nas estruturas de Paranaguá, Dourados, Campo Mourão e nas unidades de varejo.

Os executivos da Copel levaram ainda uma homenagem em agradecimento pela parceria que teve origem em 2004, ainda através da Copel Geração e Transmissão. Como presente, foi entregue um quadro pintado pelo artista plástico e funcionário aposentado da Copel Oswaldo Fontoura Dias, que reproduz uma fotografia de cooperados em frente ao barracão da empresa.

“A Coamo para nós é mais do que um cliente importante, ela faz parte da história da Copel e do Paraná. Por isso fizemos questão de estar presentes neste momento, celebrando meio século de realizações. Agradecemos a parceria e confiança de sempre”, comentou o diretor Franklin Miguel.

CRESCIMENTO – Fundada por 79 agricultores no dia 28 de novembro de 1970, a Coamo hoje está presente em três estados brasileiros, produzindo o equivalente a 3,5% de toda a produção nacional de grãos e fibras e 17% da safra paranaense. A previsão para 2020, segundo Gallassini, é de aumentar o faturamento em cerca de 40%, na comparação com 2019.

A subsidiária de comercialização da Copel também vive um momento de otimismo e foi reconhecida recentemente como a segunda melhor empresa do ramo de energia na edição 2020 do ranking Melhores e Maiores da revista Exame. Até setembro deste ano, a empresa já havia superado em 41% a quantidade de energia vendida em todo o ano de 2019, aumentando sua receita operacional líquida em 37%, na comparação com os primeiros nove meses do ano passado.